Consórcio Nordeste arrenda terminais no Porto de Cabedelo por quase R$ 55 milhões


O ministério da Infraestrutura concluiu, na tarde desta sexta-feira (22), o leilão de três terminais no Porto de Cabedelo. As áreas AI-1, AE-10 e AE-11 foram arrendadas pelo Consórcio Nordeste pelo valor de R$ 54,529 milhões. No total, o pagamento de outorgas gerou uma arrecadação de R$ 219,5 milhões ao governo federal. “Estamos satisfeitos com o resultado porque superou as expectativas, que reafirma a confiança do mercado no atual governo, uma vez que o resultado superou nossa expectativa de ágio”, disse o ministro Tarcísio Freitas.

A presidente da Companhia Docas da Paraíba (Docas-PB), Gilmara Temóteo, esteve no leilão, que aconteceu na Bolsa de Valores, em São Paulo. “Como o próprio ministro já falou em entrevistas, esse processo vai além do valor das outorgas. O Porto de Cabedelo, por exemplo, deverá receber investimentos que podem chegar a marca de R$ 100 milhões. Além disso, com o aumento da capacidade nos terminais, veremos uma melhora na logística da Paraíba”, explica Gilmara.

Esse montante se dará porque os terminais leiloados na Paraíba são classificados como “brownfield”, ou seja, são terminais que já funcionam e vão receber melhorias operacionais e de infraestrutura. Para o terminal AI-01 estão previstos cerca de R$ 24,5 milhões em investimentos. No caso dos terminais AE-10 e AE-11, os valores são de R$ 36,4 mi e R$ 34,9 mi, respectivamente. “Os dois terminais do tipo AE terão inclusive a capacidade ampliada com obras civis. O AE-10 chegará a 28 mil m³, enquanto o AE-11 ficará com 31 mil m³”, detalha a presidente do Porto de Cabedelo.

Além dos três terminais do Porto de Cabedelo, o ministério leiloou um terminal no em Vitória (ES). O ministro da Infraestrutura também confirmou que outros leilões acontecerão em duas semanas.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *