NESTA QUARTA | Cia. Docas participa de simulado de emergência no entorno do Porto de Cabedelo


Nesta quarta-feira (27), a partir das 9h, a Companhia Docas da Paraíba (Docas-PB) vai participar de mais um exercício de emergência no entorno do Porto de Cabedelo. Neste ano, a ação vai simular a colisão entre três veículos, sendo dois caminhões-tanque e um carro particular de pequeno porte.

“Em 2017 retomamos os exercícios simulados pois entendemos que é imprescindível que o Porto de Cabedelo, arrendatários, entes públicos e a população estejam preparados em uma eventual emergência”, afirma Gilmara Temóteo, presidente da Docas-PB.

A ação é parte do Plano de Ajuda Mútua da Cidade de Cabedelo (Pamcic), um documento que rege os procedimentos de órgãos públicos, empresas privadas, arrendatários e a comunidade no entorno do Porto de Cabedelo em casos de emergência.

No exercício deste ano foram acrescentados problemas específicos, que tornarão o simulado mais complexo. “Além das colisões e resgate de vítimas, vamos simular o derramamento de um produto químico desconhecido. No total, esta edição vai envolver 10 órgãos e empresas, além do comércio local e da população”, explica Lusielson Pereira, técnico em Meio Ambiente do Porto de Cabedelo. (veja abaixo o roteiro do exercício).

Serviço
Exercício simulado do Plano de Ajuda Mútua da Cidade de Cabedelo (Pamcic)
Quando? Quarta-feira, 27 de novembro
Horário? A partir das 9h
Onde? Em frente à garagem do Transporte Rodoviário Nordestino (ao lado do Cabedelo Clube) – BR 230

Órgãos e empresas diretamente envolvidos no planejamento e execução do exercício simulado: Companhia Docas da Paraíba; Corpo de Bombeiros Militar; Policia Militar; Defesa Civil de Cabedelo; Guarda Municipal de Cabedelo; Secretaria de Mobilidade Urbana de Cabedelo; Secretaria de Saúde de Cabedelo, Transpetro, Transporte Rodoviário Nordestino e Policia Rodoviária Federal.

Roteiro do Exercício Simulado
1) Start dado pelo Corpo de Bombeiros Militar as 9h00min;
2) Chegada da equipe do Corpo de Bombeiros Militar e visualização de derramamento de produto químico não identificado;
3) Acionamento de equipe técnica da TRANSPETRO para identificação do produto e acionamento de efetivo da Defesa Civil Municipal, Guarda Municipal e Policia Militar para evacuação da área;
4) Chegada da equipe de identificação de produtos perigosos da TRANSPETRO;.
5) Chegada das equipes de evacuação;
6) Evacuação do raio de 100 metros da área sinistrada;
7) Entrada da equipe de identificação do produto
8) Produto identificado, autorização para o resgate das vítimas e diminuição do raio de isolamento;
9) Resgate das vítimas;
10) Triagem das vítimas;
11) Combate a princípio de incêndio no veículo de passageiros;
12) Encaminhamento das vítimas para as unidades hospitalares;
13) Encerramento do exercício simulado;
14) Reunião de avaliação.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *